28 de dez de 2014

Leitura da Vez: Ponte de Cristal

Olá pessoal :)
Trago para vocês a minha leitura da vez. Faltam poucos capítulos para eu terminar *0* Estou gostando muito.

SINOPSE
A renomada escritora Mia Prescott não imagina que a sua decisão de acertar contas com o passado causará uma reviravolta em sua vida e colocará à prova todas as suas certezas. Seu país, o Lar, precisará da sua ajuda ou sofrerá pelas mãos da mesma pessoa que arruinou seu verdadeiro eu. Vivendo na Capital, Mia não percebe que uma revolução está se aproximando e que ela é a única capaz de detê-la. Bom, ela e o homem a quem ela jurou se vingar. Ou talvez não seja ele... Quer dizer, em quem confiar?

26 de dez de 2014

Resenha: Anjo Mecânico - Cassandra Clare

Título: Anjo Mecânico
Saga: As Peças Infernais
Autor: Cassandra Clare
Nº de Páginas: 387
Editora: Galera Record

Primeiramente, a saga As Peças Infernais conta a história de Tessa Gray, uma garota aparentemente comum, que vai a Londres para se encontrar com o seu irmão, Nathaniel Gray. Mas ao chegar lá, ela descobre que ele está desaparecido e há muito mais por trás de seu desaparecimento do que aparenta.
Anjo Mecânico conta a história de Tessa chegando a Londres quando ela é recebida no porto pelas senhoras Black e Dark, as Irmãs Sombrias, que a sequestram e a levam para sua casa onde trabalham o poder de Tessa até então desconhecido pela própria.
Tessa treina seu poder, mudar de forma, forçadamente para depois ser entregue ao magistrado. Durante sua estadia na Casa Sombria, as senhoras introduzem Tessa ao Mundo das Sombras composto por demônios, vampiros, lobisomens, fadas, gnomos e muito mais e também aos Caçadores de Sombras, meio anjos meio humanos que caçam demônios.
Quando Tessa consegue fugir da casa das irmãs, ela faz um acordo com Will, um jovem caçador de sombras que a leva para o Instituto, seu lar e dos outros caçadores de sombras, onde ela fica para se proteger enquanto procura seu irmão, tentar ficar segura e tentar descobrir quem é o magistrado.
No Instituto, Tessa conhece Jem, um amável garoto que toca violino e está morrendo devido ao ataque de um demônio quando ele era criança e fez com que para que Jem ficasse vivo ele teria que usar uma droga chamada Yin Fen que deixaria a morte menos iminente mas do mesmo jeito próxima.
Com o coração dividido entre Will e Jem, Tessa fará tudo o que pode para proteger a todos.
O livro é composto por mistério do começo ao fim, assim como toda a trilogia. Além de não saberem que o magistrado é, a Clave, organização dos Caçadores de Sombras, não sabe o que Tessa é. E esse mistério se estende até o desfecho da trilogia no último livro.
Demônios, caçadores de demônios, feiticeiros, vampiros, lobisomens e até autômatos, um livro com uma fantasia extraordinária e bem construída, com riqueza em detalhes que te faz querer ler mais e mais. E uma história que te faz envolver com os personagens total e completamente. 
Quando li o livro, fiquei fascinado pela história e com os personagens, muito bem construídos e, como disse, me fez envolver totalmente com eles. Com o sofrimento de Jem, a solidão de Will e as dúvidas de Tessa
Você vai rir, chorar, se preocupar e quebrar a cabeça tentando saber a verdade por trás de todos os mistérios da histórias, que não são só esses dois citados acima.
Realmente, prepare o seu coração e lenços, pois o desfecho dessa trilogia é de tirar o fôlego!

Sorteio ANO NOVO, LIVROS NOVOS!


ANO NOVO, LIVROS NOVOS!

Oi, pessoal! Tudo bom? O Interessante de Ler  juntamente com os blogs Falando em Livros, 4 You Books, Território nº 6, Paraíso das Ideias, Amores e Livros e os autores Sheila Schildt (Sangue na Lua e outros contos) e Décio Gomes (Minueto da Madrugada) estamos realizando um MEGA SORTEIO de ano novo! Quer participar? É super fácil:

REGRAS:

* Curtir a fan page do blog;
* Comentar um e-mail de contato VÁLIDO no post;
* O endereço de entrega deve ser no BRASIL;
* Só haverá UM ganhador;
* Os outros entries não são obrigatórios, mas valem mais chances de ganhar, portanto preencha-os conforme pedido! (iremos verificar);
* Os prêmios de cada kit são de responsabilidade DO BLOG que disponibilizou enviar (as datas de entrega poderão não ser semelhantes);
* O blog não se responsabiliza por atrasos de entrega, extravios dos correios e endereço informado errado pelos participantes para a entrega do prêmio.


a Rafflecopter giveaway

19 de dez de 2014

Parceria: Melissa Tobias - A Realidade de Madhu

Oi galerinha linda estou aqui para anunciar a parceria com a carismática Melissa Tobias.

BIOGRAFIA

Melissa nasceu no dia 05 de novembro de 1977 na cidade de Palmital, interior de São Paulo.

Foi comissária de voo da VARIG e teve a oportunidade de conhecer diversas culturas. É formada em Naturologia e se especializou em Ayurveda (Medicina Milenar Indiana). Na infância foi uma criança muito introspectiva e sonhadora, tinha pouca interação social e encontrou seu refúgio nos livros de ficção. Tal introspecção vinha de uma mente criativa que a desconectava da realidade para vislumbrar as histórias que incessantemente surgiam em sua cabeça.
Recentemente, imersa em seu próprio mundo, começou a criação de uma nova estória, como se estivesse sonhando acordada. Pela primeira vez, decidiu dividir a estória com alguém, seu marido. Fascinado pela história, ele a encorajou a escrever tal enredo para não correr o risco de ser esquecido.
Foi assim que a autora começou a escrever. E não conseguiu mais parar! A estória “A Realidade de Madhu” foi mais forte que a autora e escolheu seu próprio destino. A autora não teve muito controle sobre o desenrolar da trama, nem sobre as personagens.
A criação da obra foi tão espontânea, que ela demorou a perceber que estava escrevendo um livro.
Finalmente, a autora encontrou uma finalidade para sua excentricidade.

“Existe outro Ser em mim, sufocado em meu coração que por ele transborda através da arte da escrita. Quando escrevo, sou livre.” (Melissa Tobias)

SINOPSE

Neste surpreendente romance de ficção científica, Madhu é abduzida por uma nave intergaláctica. A bordo da colossal nave alienígena fará amizade com uma bizarra híbrida, conhecerá um androide que vai abalar seu coraçãoe aprenderá lições que mudará sua vida para sempre.
Madhu é uma Semente Estelar e terá que semear a Terra para gerar uma Nova Realidade que substituirá a ilusória realidade criada por Lúcifer. Porém, a missão não será fácil, já que Marduk, a personificação de Lúcifer na Via Láctea, com a ajuda de seus fiéis sentinelas reptilianos, farão de tudo para não deixar a Nova Realidade florescer.
Madhu terá que tomar uma difícil decisão. E aprenderá a usar seu poder sombrio em benefício da Luz.

   Pela primeira vez, não haverá vitoriosos.
   O fim das polaridades está próximo.

Se você já se apaixonou por um vampiro e por um anjo caído... Se prepare! Vai se apaixonar ainda mais por um androide zepto-biológico.
Editora Novo Século (Novos Talentos da Literatura Brasileira)

Redes Sociais

14 de dez de 2014

XI Bienal Internacional do Livro do Ceará


Olá leitores :)
A XI Bienal Internacional do Livro do Ceará foi realizada de 06 a 14 de dezembro, no Centro de Eventos do Ceará. A edição 2014 teve como tema “Fortaleza de Moreira Campos”, homenagem ao maior contista cearense de todos os tempos no ano em que ele completaria 100 anos. O amazonense Milton Hatoum, um dos mais premiados e traduzidos escritores brasileiros, também foi homenageado pelo evento. 

Eu fui no penúltimo dia de bienal com a caravana de alunos do IFCE campus Quixadá.

Conheci os autores Marcelo Hipólito (O Mago de Camelot), Anderson Vitorello (Os guerreiros do universos e o abalo de Urano), Helenah (Meus olhos que não eram meus), Jairo Sarfati (O Diário Póstumo de Charlote) e revi a Renata Ventura (A Arma Escarlate).
Sobre cada autor:
- Marcelo Hipólito: Já o conhecia por facebook e por sinal ele é autor parceiro do blog e foi um prazer enorme conhece-lo.
- Anderson Vitorello: Não conhecia seu livro e achei o resumo que ele deu bem interessante, mas não é muito meu gênero preferido.
- Helenah: Gostei bastante dela, bem carismática e me tratou super bem. Valeu a pena ter ido no estande dela. Depois vou tentar fechar parceria :p
- Jairo Sarfati: O conheci também por facebook e o perturbei por flayers para as minhas cartas e ele me atendeu super bem e o conheci pessoalmente na bienal e por sinal comprei o livro dele. Super gente fina. Autografou mais uns flayers que vou sortear aqui :)
- Renata Ventura: Já havia conhecido a Renata na bienal de Brasília e foi um reencontro marcador por boas risadas e conversas além de muitos abraços haha É sempre bom rever pessoas que nos fazem bem :)
Eu distribui alguns marcadores do blog durante minha visita (Caso tenha recebido comente aqui que vamos mandar um brinde para você). 
Quando estava passando próximo a praça de alimentação com meus amigos, vimos um senhor com a placa TROCO POESIA POR ABRAÇO, e lá fomos nós abraça-lo para receber uma poesia em troca. Recebemos uma bela poesia de ano novo em troca de nossos abraços.


Aqui estão as aquisições que adquiri na bienal. A maioria dos marcadores consegui pedindo nos estantes e outros eu troquei. Comprei dois livros que foram Eleanor & Park e Diário Póstumo de Charlotte.


11 de dez de 2014

Dica: Árvores de livros

O NATAL está chegando e gostamos sempre de enfeitar nossa casa. Por que não fazer uma árvore de natal com livros? Trouxe algumas pra vocês se inspirarem :) 





Essa última é da Faculdade onde eu estudo :)

Se alguém fizer na sua casa, mande a sua foto para que a gente possa ver :)


2 de dez de 2014

News Belas-Letras

Olá leitores :)
Dezembro chegou e a Belas-Letras já traz novidades. Vamos saber quais são?

No prelo
CLOCKWORK ANGELS: OS ANJOS DO TEMPO 

A espera dos fãs do Rush está prestes a acabar. Com data de pré-venda marcada para o dia 08/12, o livro Clockwork Angels: os Anjos do Tempo já está no prelo. E as novidades não acabam por aí: a obra irá ganhar duas capas, uma versão para livrarias e outra, capa dura, em edição limitada, com o mesmo preço da versão em capa flexível. A capa dura poderá ser adquirida exclusivamente pelo site da Belas-Letras, com frete grátis.
Especial Rush
DEPOIS DE 38 ANOS E 19 DISCOS, OS "ANOS MADUROS"

Clockwork Angels é definido pelos fãs do Rush como um dos álbuns mais maduros da banda. Com uma pegada de hardrock misturada a elementos orquestrais, Neil Peart continua, como sempre, na sua melhor forma. As suas músicas passeiam por cidades perdidas, piratas, anarquistas, um carnaval exótico e um observador que impõe precisão em cada aspecto da vida. Tudo isso acabou gerando uma turnê, que nada mais é do que um verdadeiro espetáculo, com participação no palco de uma orquestra. 
Para a designer gráfica Gabriela Oliveira, "a atmosfera do álbum tem muita relação com viagens ao passado sob a ótica do viajante, que conta as suas desventuras e percepções". Nesse universo progressivo, o tempo através de sons de relógios está presente na composição de boa parte das músicas, além da relação do tempo com a nossa vida e nossas ações. A música The Garden, uma das preferidas de Gabriela, trata do tempo das relações e de como isso interfere no amor e respeito que aprendemos ao longo da vida.

Jornada metafórica
Rush tem uma experiência em compor com referências literárias, mais especificamente de poesia e ficção-cientifica. Ericki Haras, outro grande fã da banda, acredita que dar continuidade para as composições através dos livros mostra a riqueza e criatividade das letras do Rush. "Elas são tão densas e verdadeiras que não cabem apenas em uma plataforma, a música", afirma. E não poderia deixar de ser. A grande maioria dos álbuns do Rush é assim: conceituais e repletos de simbolismo em cada nota - um simbolismo que transcende à música.
A temática de Clockwork Angels é uma jornada por meio de uma atmosfera steampunk distópica que pode ser sentida não apenas nas letras geniais de Neil Peart, mas também na instrumentalização muitas vezes seca, ressonante como o bater de metais ou o girar de engrenagens, que ilustram esse mundo de metal governado pela ordem lógica de um relógio. Ao longo de todas as músicas, essa jornada fica explícita, traduzindo as batalhas e angústias que acontecem nesse mundo, em uma clara metáfora para o próprio mundo atual.
Rush sempre foi uma banda bastante crítica, especialmente no que concerne à relação do homem com a tecnologia - ora subjugando-a, ora sendo subjugado por ela. A novelização do álbum nada mais é, então, do que um passo natural. E o projeto de expandir as letras em livro, é claro, foi aprovado. "O conceito de Clockwork Angels é tão forte, tão bem desenvolvido, que a romantização em um livro apenas tem a acrescentar, tornar ainda mais visível a jornada a que o álbum se remete. É uma obra muito bem-vinda, não só para os fãs de Rush, mas para o público de ficção em geral", finaliza Ericki.




UM GÊNIO DA FICÇÃO CIENTÍFICA

Ele é conhecido como o dono de 29best-sellers, mas também como Kevin J. Anderson. Autor de mais de 80 romances, Anderson quis trabalhar durante cerca de vinte anos com o amigo Neil Peart em um projeto que envolveria música, letras e prosa ficcional. Depois de muitas ideias trocadas e um esqueleto básico da trama e dos personagens ofertado pelo baterista do Rush, nasceu Clockwork Angels.
Colaborador de várias séries - Star Wars, Arquivo X, Duna -, ele é, nas palavras de Neil Peart, um vivenciador de suas histórias. "A habilidade de Kevin para a construção de narrativas e universos ficcionais não tem paralelos", descreve o parceiro. Kevin já foi indicado ao Prêmio Nebula, ao Bram Stoker Award e ao SFX Reader’s Choice Award.









TOUR TICO SANTA CRUZ

O músico Tico Santa Cruz retoma, a partir de hoje, a divulgação de seu novo livro, Pólvora. Com uma trama policial focada no romance de dois protagonistas sedentos por aventura, sexo e loucura, a obra foi originalmente postada na internet e atraiu um público de mais de 300 mil leitores.

30 de nov de 2014

Divulgação: Com outros olhos - Thati Machado



Olá pessoal :)
Venho divulgar aqui para vocês o conto de minha amiga Thati Machado autora do livro PONTE DE CRISTAL, que por sinal estou amando <3

Sinopse: A vida perfeita de aparências da jovem Lana se desfaz como pó depois de um trágico acidente com seu então namorado Lucas. Destinada a ultrapassar todos os obstáculos que a vida lhe impõe, Lana ingressa na Companhia Raoul de Teatro - com a ajuda de seu irmão - sem que saibam das suas limitações. Seus companheiros de trabalho parecem não facilitar a vida da moça, principalmente Arthur, que interpreta seu par romântico na peça. Ironia do destino ou não, Lana vai descobrir que uma vida sem luz ainda pode lhe oferecer tudo que uma garota sempre sonhou. E que as aparências... Sempre enganam.

Link para compra e leitura imediata: http://www.amazon.com/dp/B00Q55LX3M

News Belas-Letras


Olá leitores :)
Mais novidades da Belas-Letras pra vocês.

OS ANJOS DO TEMPO DESEMBARCAM NA BELAS-LETRAS

Seja bem-vindo a Albion, uma cidade pacata onde tudo é regido pelo tempo. Sob o comando do Relojoeiro, uma figura imponente de ordem extrema, estão moradores comuns e acomodados. A não ser por Owen Hardy, é claro. Um jovem de 16 anos que resolve questionar a importância de cada pessoa decidir a própria vida. Burlando qualquer previsão, Owen dá início a uma jornada por um mundo alternativo criado em uma parceria que une dois grandes nomes: o baterista da banda Rush, Neil Peart e o escritor best-seller Kevin J. Anderson.

Essa é a sinopse de Clockwork Angels: os Anjos do Tempo, próximo lançamento da Belas-Letras. A trama expande o universo criado nas letras da banda Rush em seu 20º álbum de mesmo nome. A escolha da publicação se deu por votação dos leitores, que tinham à disposição outros 3 títulos do baterista da banda Rush, Neil Peart (The Masked Rider, Traveling Music e Far and Away). Acompanhe um conteúdo especial e exclusivo do livro, que tem pré-venda marcada para o dia 08/12.

Entrevista
BRUNO MATTOS

"É impossível que os fãs da banda não se interessem"
Tradutor de Clockwork Angels: Os Anjos do Tempo conta sobre a experiência e os desafios em traduzir a obra; 


Belas-Letras: O que há de mais curioso em “Clockwork: Os Anjos do Tempo?” 
Bruno: Sem dúvidas, o que mais atrai a minha atenção no livro é o universosteampunk, que para mim é um dos elementos mais fascinantes da ficção científica. É muito interessante essa questão de "imaginar o futuro a partir do passado", como se diz, imaginando como seria o nosso mundo se a tecnologia tivesse enveredado por outros caminhos possíveis. De certa forma, o steampunk é uma espécie de arqueologia da ficção científica - é imaginar como poderiam ter sido as obras especulativas se elas tivessem sido escritas 500 anos atrás.

Belas-Letras: Houve alguma dificuldade em adaptar o universo do livro? O texto tem um vocabulário bem específico da ficção-científica (como por exemplo, via vapórea). Como você adaptou esses termos para o português?
Bruno: Tradução sem dificuldade não existe. Nesse caso, acho que o mais complicado era a tradução de termos próprios ao gênero steampunk, o que exigiu bastante pesquisa. Isso foi desde os nomes para componentes de relógios até palavras que não existem nem em inglês. Parte delas eu peguei emprestada de outros livros do gênero publicados no Brasil, mas em outros casos foi necessário inventar algo, tentando recriar o caminho percorrido pelo autor para chegar àqueles termos.

Belas-Letras: E além desses termos, há um vocabulário bem rico, palavras não utilizadas no dia a dia (pelo menos na versão traduzida). Como você selecionou essas palavras?
Bruno: A riqueza de vocabulário surgiu de forma natural, porque o texto original também tem essa característica. A ficção especulativa costuma ter uma atenção especial para os detalhes, como forma de legitimar os aspectos "fantásticos" que surgem ao longo das histórias. É uma maneira de mostrar que, embora o nosso mundo não tenha a mesma estrutura que aquele universo ficcional, ele poderia ter. Acredito que seja por isso que o autor utilizou nomenclaturas referentes a peças de relógio, partes mecânicas, etc. Sem isso, a tradução não funcionaria.

Belas-Letras: Em que sentido os fãs da banda Rush poderão se identificar com a história?
Bruno: Bom, o livro é inteiramente baseado no álbum Clockwork Angels, então acho que é impossível que os fãs da banda não se interessem pelo texto. O trabalho do autor em conjunto com o Neil é muito interessante porque, ao invés de simplesmente adaptar as letras do disco para transformá-las em um romance, o que eles fizeram foi reunir todos os elementos que apareciam nas canções e expandir o mundo em que eles estavam inseridos. Tenho certeza de que os fãs vão gostar muito da experiência de comparar aquilo que haviam imaginado ao ouvir o disco com a versão escrita pelo Kevin Anderson. E o fato de Neil Peart ter participado do processo contribuiu muito para isso. No posfácio do livro, o baterista do Rush conta um pouco de como foi essa experiência de trabalhar em conjunto - algo que eles já pretendiam fazer havia muitos anos, e que só se concretizou agora. E fica claro que há uma mão do Neil por trás de cada detalhe, já que ele atuou ao mesmo tempo como um co-criador e um consultor do universo do livro (que, afinal de contas, foi criado por ele). O fato dos dois terem trabalhado juntos garante que a atmosfera seja perfeitamente adequada àquela do álbum. 

BRUNO MATTOS, responsável pela tradução de Clockwork Angels, é tradutor, jornalista, editor e crítico literário. Em 2012, cursou Tradução e Literatura e Cultura de Línguas Modernas (ênfase em inglês) na Universidad Autónoma de Madrid, na Espanha. Atua como tradutor para diversos sites, editoras, veículos de comunicação e produtoras de cinema.

Clique aqui para ler o primeiro capítulo de Clockwork Angels: Os Anjos do Tempo


PROMOÇÃO DE FINAL DE ANO

A partir de hoje, a Belas-Letras dá a largada para o fim de ano!
Em uma promoção especial e exclusiva para os leitores de nossa loja virtual, todos os títulos adquiridos por lá, além de frete grátis, irão acompanhados de um kit I <3 Books, que contém bloco, lápis e borracha personalizados.
A promoção é válida para todos os livros, exceto futuros lançamentos, e se encerra no dia 30 de dezembro.
Para acessar a loja virtual, clique aqui.

25 de nov de 2014

Resenha: Atestado de Óbito

Título: Atestado de óbito
Autor: M. R. Hall
Páginas: 475
Editora: Galera Record

Não sou muito de falar sobre os livros que li... Porém, assim como quem não quer nada este livro me encantou. Embora tem umas partes confusas (o fim), ele é fascinante e tem muito do que eu gosto: romance, suspense, polícia, um pouco de riso... 

ATESTADO DE ÓBITO conta sobre a mudança de trabalho de Jenny Cooper, seus medos e a luta contra "O Sistema" para desvendar duas mortes supostamente mal resolvidas.... 

No meio do caminho tem a assistente do seu antecessor, um bonitão, um ex marido, um filho, a atual do ex, uma jornalista insistente, muita gente que não deseja que esse caso seja revisto e um psicoterapeuta... 

Não sei como ela consegue lidar com tudo isso.. 

Só sei que quando acabei de ler eu disse QUERO MAIS... 

Numa escala de 1 a 5 eu dou nota 4.

13 de nov de 2014

Série Brasilidade: Manoel de Barros



Olá leitores :)
Hoje trago a série brasilidade com o poeta Manoel de Barros que infelizmente veio a falecer hoje. 

BIOGRAFIA
Manoel Wenceslau Leite de Barros foi um poeta brasileiro do século XX, pertencente, cronologicamente à Geração de 45, mas formalmente ao pós- Modernismo brasileiro, se situando mais próximo das vanguardas europeias do início do século e da Poesia Pau-Brasil e da Antropofagia de Oswald de Andrade. Recebeu vários prêmios literários, entre eles, dois Prêmios Jabutis. É o mais aclamado poeta brasileiro da contemporaneidade nos meios literários. Enquanto ainda escrevia, Carlos Drummond de Andrade recusou o epíteto de maior poeta vivo do Brasil em favor de Manoel de Barros . Sua obra mais conhecida é o "Livro sobre Nada" de 1996.




O livro sobre nada

É mais fácil fazer da tolice um regalo do que da sensatez.
Tudo que não invento é falso.
Há muitas maneiras sérias de não dizer nada, mas só a poesia é verdadeira.
Tem mais presença em mim o que me falta.
Melhor jeito que achei pra me conhecer foi fazendo o contrário.
Sou muito preparado de conflitos.
Não pode haver ausência de boca nas palavras: nenhuma fique desamparada do ser que a revelou.
O meu amanhecer vai ser de noite.
Melhor que nomear é aludir. Verso não precisa dar noção.
O que sustenta a encantação de um verso (além do ritmo) é o ilogismo.
Meu avesso é mais visível do que um poste.
Sábio é o que adivinha.
Para ter mais certezas tenho que me saber de imperfeições.
A inércia é meu ato principal.
Não saio de dentro de mim nem pra pescar.
Sabedoria pode ser que seja estar uma árvore.
Estilo é um modelo anormal de expressão: é estigma.
Peixe não tem honras nem horizontes.
Sempre que desejo contar alguma coisa, não faço nada; mas quando não desejo contar nada, faço poesia.
Eu queria ser lido pelas pedras.
As palavras me escondem sem cuidado.
Aonde eu não estou as palavras me acham.
Há histórias tão verdadeiras que às vezes parece que são inventadas.
Uma palavra abriu o roupão pra mim. Ela deseja que eu a seja.
A terapia literária consiste em desarrumar a linguagem a ponto que ela expresse nossos mais fundos desejos.
Quero a palavra que sirva na boca dos passarinhos.
Esta tarefa de cessar é que puxa minhas frases para antes de mim.
Ateu é uma pessoa capaz de provar cientificamente que não é nada. Só se compara aos santos. Os santos querem ser os vermes de Deus.
Melhor para chegar a nada é descobrir a verdade.
O artista é erro da natureza. Beethoven foi um erro perfeito.
Por pudor sou impuro.
O branco me corrompe.
Não gosto de palavra acostumada.
A minha diferença é sempre menos.
Palavra poética tem que chegar ao grau de brinquedo para ser séria.
Não preciso do fim para chegar.
Do lugar onde estou já fui embora.

9 de nov de 2014

News Belas-Letras


Olá leitores :)
Mais novidades de nossa editora parceira para vocês.


Nenhuma deficiência física é capaz de parar a trajetória de um verdadeiro campeão. É o que mostra o lançamento de novembro da Belas-Letras, Para-Heróis, o primeiro livro escrito pela repórter da TV Globo/SporTV Joanna de Assis, que chega às livrarias em 10 de novembro. 
Depois de uma apuração jornalística de dois anos, dez dos principais para-atletas brasileiros ganharam vida de um ângulo diferente. Ela os acompanhou durante as competições e ouviu suas histórias de vida. Alguns nasceram já deficientes; outros tiveram de aprender a lidar com a frustração de ter um membro decepado, por exemplo. Mas no fim Joanna descobriu que o que faz diferença na vida de um herói é o coração.

· Confira uma entrevista com Joanna de Assis sobre o livro
· Leia o primeiro capítulo de Para-Heróis


Esteja pronto para se surpreender com o que vai ler neste livro. É a vida que está ao seu lado e talvez você não veja. Não precisa nem gostar de esporte, muito menos do esporte praticado por pessoas com muito mais dificuldades do que as demais, como é o caso. Basta gostar de boas histórias, como estas, contadas pelo olhar sensível e comovente da repórter Joanna de Assis. As histórias de dez pessoas especiais com um sonho em comum: tornarem-se campeões paraolímpicos. Alguns já nasceram com uma deficiência, outros a encontraram mais tarde, mas todos eles descobriram que, mesmo num corpo limitado, o que faz a diferença na vida de um herói é o coração.

Vou receber esse livro da editora e a resenha virá em breve :) Aguardem!


2 de nov de 2014

Resenha: A extraordinária garota chamada Estrela

Título: A extraordinária garota chamada Estrela
Autor: Jerry Spinelli
Nº de Páginas: 192
Editora: Gutenberg

Quando recebi a lista de livros para escolher um exemplar para resenhar, esse título me chamou bastante atenção e decidi escolhe-lo. Quando comecei a leitura, fui ficando cada vez mais fascinado por esse livro. 

Até que ponto ser diferente é normal? De maneira simples e direta, o autor Jerry Spinelli nos conta a estória de uma garota que agia de uma maneira muito boa com as demais pessoas que as mesmas estranhavam essa sua maneira gentil de ser. 

O livro é narrado por Leo, um garoto que que apaixona e fica impressionado com o jeito de Estrela, uma garota que sempre estudou em casa e que entra na escola de ensino médio de Mica para fazer uma verdadeira reviravolta na pacata escola.

As atitudes da garota nos faz pensar se um dia seremos ou fomos assim, pois são atitudes que todos poderíamos fazer no nosso dia a dia que deixamos passar pelo simples fato do conformismo ou da vergonha
A história não é repleta de reviravoltas ou nos faz torcer por um romance, mas é sim uma “lição de vida” pois, nos mostra que as vezes mudar para agradar um grupo de pessoas nem sempre vale a pena. Que é melhor você ser do seu jeito.

A Extraordinária Garota Chamada Estrela” mostra que o ser humano pode ser muito mais, e que isso pode ser simples, natural e belo.

31 de out de 2014

Novas capas - As Crônicas do Gelo e Fogo

Hey pessoal :)
Preparem seus bolsos corações que a Leya estará relançando As Crônicas de Gelo e Fofo no Brasil com novas ilustrações na capa. Essa nova edição serão com capa dura. 










29 de out de 2014

News Belas-Letras


Joanna de Assis, a bola da vez

Aos 32 anos, Joanna de Assis já é considerada uma das melhores repórteres esportivas do país. Desde que iniciou no jornalismo em 1999, no jornal A Gazeta Esportiva, ela passou pelos maiores portais do país - dentre eles, Terra, Uol e Globoesporte.com. Agora, em 2014, o desafio é outro: Joanna está prestes a lançar o seu primeiro livro, pela Belas-Letras.
Para-Heróis é um livro-reportagem que conta a emocionante história de 10 portadores de deficiência com um sonho em comum: tornarem-se campeões paralímpicos. O livro chega às livrarias em 10 de novembro, mas quem leu os originais antes mesmo da publicação se surpreendeu com a intensidade da narrativa de Joanna. "Uma obra-prima sobre acreditar no impossível", escreveu o técnico tricampeão olímpico José Roberto Guimarães. "Para-Heróis é um daqueles livros que nos fazem ter orgulho de pertencer à espécie humana", comentou Ricard
o Setti, da Revista Veja.
Atualmente, Joanna é repórter do SporTV e participa do programa Bem, Amigos, de Galvão Bueno. A sua primeira aparição no canal, no entanto, veio ao acaso: um dos colegas havia se ausentado e ela foi escalada de última hora para cobrir uma partida de futebol. Há 11 anos no mundo do esporte, a jornalista teve de aprender a lidar com o preconceito em relação às mulheres presentes dentro de campo. E driblou bem: neste ano, cobriu pela primeira vez a Copa do Mundo. "Apesar de meus times favoritos perderem, foi uma experiência maravilhosa", conta. No currículo, Joanna traz entrevistas com Roger Federer, Rafael Nadal, Ronaldo Fenômeno, Boris Becker, Ryan Lotche, Isinbayeva, Usain Bolt. Mas ela nunca está satisfeita. "Acho que posso fazer ainda mais".

"Acredito que o esporte tem um poder imenso na vida das pessoas"

Confira uma entrevista de Joanna de Assis sobre seu primeiro livro, Para-Heróis:

1. Como foi a experiência de escrever seu primeiro livro, já com a responsabilidade de contar histórias como essas?
Não é a toa que dizem que livro é como se fosse um filho. Imagina então o primeiro? Foi uma experiência fantástica, exatamente por ter tido a honra de contar histórias que mudaram a minha maneira de ver a vida, sem exagero. Sou hoje uma jornalista e uma pessoa melhor, com certeza. Conto para todo mundo parte das histórias que ouvi, e não tem uma pessoa sequer que não diga para mim "quero ler isso". 

2. Você pode destacar uma história em especial que mais te tocou? Por quê? 
Sei que vai cair no clichê, mas todas as histórias são fantásticas, e não foi fácil escolher. Mas é claro que existe sempre um personagem que mexe mais com você, e no meu caso se trata da Rosinha, a pessoa mais alegre que eu já conheci. Também fiquei muito mexida com a Terezinha. Para escrever o perfil dela e dos outros deficientes visuais, fiquei completamente vendada. Para mim, uma das passagens mais fantásticas do livro é contar que Terezinha só descobriu que era cega com 13 anos. Até chegar a essa idade, ela vivia sem enxergar sem saber. A falta de visão, para ela, era a visão de todos. 

3. O que estas histórias te ensinaram para sua vida como repórter do SporTV? 
As histórias mudaram o meu jeito de olhar uma série de situações. Hoje eu sou ainda mais apaixonada pelo esporte paralímpico, acredito que o esporte tem um poder imenso na vida das pessoas. Digo que para se interessar por esse livro você não precisa gostar de esportes. Basta gostar de grandes histórias. Não é um livro de auto ajuda, é realidade crua. É o lado que ninguém viu. 

4. Quais as lições mais valiosas que estes paratletas podem nos ensinar sobre a vitória? 
Eles não têm limite, e isso soa irônico quando estamos falando de deficientes, porque a vida deles é lidar com limites. Mas eles não se importam com isso. A maior parte deles precisou descobrir na marra como viver com suas dificuldades físicas. Eu acredito que nenhuma pessoa sem deficiência sabe do que é capaz. Já os para heróis sabem, e isso por pura necessidade. Uma pessoa com as pernas perfeitas não sabe dizer o que poderia fazer se do dia para a noite perdesse uma perna, ou perdesse a visão. Eles precisaram descobrir, foram desafiados, e com coragem mostram todas as possibilidades do corpo humano. 

5. Quais são seus próximos projetos como repórter e como é a rotina de um repórter que cobre esporte?
Este ano foi um ano especial, de Copa do Mundo, e no mês que vem sigo para a China cobrir o Mundial de Ginastica. A rotina de quem cobre esporte é não ter rotina! (risos). Ainda quero escrever outro livro, e pretendo me lançar como roteirista também, assim que o futebol deixar. Se deixar...


PÓLVORA 
 TICO SANTA CRUZ 

A novela policial originalmente publicada na internet com mais de 300 mil leitores.
Pólvora é o livro proibido do roqueiro Tico Santa Cruz, definido pelo próprio autor como uma narrativa "psicótica, suja e violenta". Inicialmente escrito em capítulos curtos para postar em seu blog, em poucas semanas virou fenômeno na rede. Uma leitura intensa e chocante sobre terror e caos, hipocrisia e preconceitos, política e serial killers. Mas, acima de tudo, sobre o lado mais sombrio de cada um de nós.
R$ 29,90 -  Compre agora!

25 de out de 2014

Resenha: Quem, eu?

Título: Quem, eu?
Autor: Fernando Aguzzoli
Nº de Páginas: 240
Editora: Belas-Letras

Sabe aquele livro que lhe faz refletir muita coisa? Que realmente lhe trás uma lição de vida? Pois é, "Quem, eu?" é um desses livros.
Você largaria tudo, estudos, carreira e emprego, para cuidar de quem você ama? Muitos dirão que sim, mas não sabem se realmente fariam, mas Fernando fez, para cuidar de sua avó com Alzheimer.
Fernando, após saber o diagnóstico de sua avó, decidiu que largaria tudo para cuidar daquela que ele amava demais. Durante o livro, o autor nos mostra a realidade de conviver com uma pessoa que tem Alzheimer e mostra aos leitores que dá para conviver facilmente com uma pessoa portadora da doença. 
Esse livro me fez conhecer a doença de uma maneira diferente, mostrando de forma interativa as diversas fases da doença e como lidar com ela. O autor nos mostra que não é fácil, mas pode ser algo extremamente prazeroso se você cuidar de quem cuidou de você. 
Fernando abre as portas de sua casa e dos dias mais íntimos da dona Nilva, e nos relata tudo com muito carinho, amor, e com um bom humor incrível, fazendo com que os dias ruins se tornam bons com uma brincadeira ou até uma piada.
Teve certas partes que me emocionaram bastante, mas não vou entrar em detalhes para não soltar spoiler. 
O livro vale super a pena ser lido. A leitura flui bem, pois o autor utilizou uma linguagem simples e ilustrou o livro com várias fotos dele e da avó. Gostei bastante também dos diálogos que o autor selecionou para nos mostrar, dei boas risadas lendo alguns.

"Uma vida não é medida por coisas boas ou ruins que fazemos, mas por quantas pessoas atingimos e quantas multiplicam essas atitudes."

O livro foi muito bem feito, tanto a diagramação quanto a capa. Parabéns a editora pelo ótimo trabalho e obrigado por ter me proporcionado essa ótima leitura.

Curta a página da Vovó Nilva no Facebook e compartilhe sua história!
Ps: O livro foi cedido pela editora. 

23 de out de 2014

News Belas-Letras




Autobiografia de Paul Stanley e Kiss no Brasil em 2015

O ano de 2015 será especial para os fãs do bom rock e para os leitores da Belas-Letras. O guitarrista do Kiss, Paul Stanley, anunciou dia 8 de outubro a vinda do grupo para o Brasil em 2015. A Belas-Letras lançará junto com a turnê da banda a autobiografia do Starchild, que nos Estados Unidos bateu recorde de vendas pela lista de best-sellers do The New York Times.
Questionado por um fã no Twitter sobre o retorno - o Kiss esteve pela última vez no país em 2012 -, Stanley não deu maiores informações sobre a data exata, mas garantiu a vinda.
Outro motivo de comemoração por parte dos fãs é o lançamento da biografia de Paul Stanley pela editora Belas-Letras. Face the Music - A Life Exposed conta a infância dura do menino judeu nascido menos de uma década depois do holocausto nazista, até assumir a identidade daquela que é considerada por muitos a maior banda de Rock do mundo.

Tico Santa Cruz na 10ª Festa Nacional da Música

A Festa Nacional da Música comemora a sua 10ª edição com a presença de grandes artistas, entre eles Tico Santa Cruz, vocalista da banda Detonautas Roque Clube e que estará divulgando o livro Pólvora. O evento - maior encontro musical da América Latina - acontece em Canela (RS), de 19 a 23 de outubro, e reúne centenas de músicos, produtores, jornalistas, divulgadores, técnicos e executivos envolvidos diretamente na criação e difusão de todos os segmentos da música brasileira.

Thedy Corrêa lança livro em Porto Alegre

Na última terça-feira, o vocalista da banda Nenhum de Nós, Thedy Corrêa, lançou o livroNoite Ilustrada em Porto Alegre. A Livraria Cultura do Shopping Bourbon Country recebeu fãs do cantor para a leitura da obra, que reúne poemas-canções, cada um com uma história para contar. Além de autografar o livro, todos os exemplares adquiridos foram acompanhados de uma palheta exclusiva que brilha no escuro assinada.

22 de out de 2014

II Feira Literária de Quixadá


Olá leitores.
Bom, venho fazer um post sobre a II Feira Literária que está acontecendo aqui na minha cidade. Hoje dei uma visitada bem rápida e vi que tem livros bem em conta e está super organizado. Amanhã tentarei dar uma passada com mais calma e vou trazer uma entrevista com os organizadores do evento para vocês. 


20 de out de 2014

Parceria: Carol Vasconcelos - A Filha de Gaia

Olá leitores :D
Venho anunciar duas coisas. Primeiro, minhas férias do IF está bem próxima, isso significa que terei mais tempo para vocês o/ E a segunda é que temos mais uma parceria. Vamos conhecer a autora e sua obra?

BIOGRAFIA
Carol Vasconcelos nasceu em Natal, Rio Grande do Norte, em 03 de Novembro de 1988. É psicóloga e autora dos livros "Contos do Mundo Mágico" (Ideia, 2010), "A Filha de Gaia" (Ideia, 2014) e "A Ilha da Caveira" (Editora Santarém, 2014). No blog Arcos, Máscaras e Dragões, escreve sobre o Mundo Mágico e a magia da vida. Carol espera, até hoje, sua carta de Hogwarts e jura já ter visto fadas.







SINOPSE
Há muito tempo, quando a floresta ainda era jovem, viviam em harmonia os homens, os animais e as criaturas mágicas. Eles protegiam uns aos outros e dormiam à sombra de enormes árvores. Mas os seres humanos buscaram o poder, ficaram violentos. E o Mundo Mágico e o Mundo dos Homens, então, se separaram.
Por muitas Eras, houve tentativas de unir novamente os dois mundos. Todas em vão. O Mundo dos Homens se tornou autodestrutivo com o passar do tempo. Agora, os habitantes do Mundo Mágico resolveram fazer mais uma tentativa. Mas, talvez, os humanos tenham se esquecido de como ouvir a magia.
Essa história não aconteceu tempos e tempos atrás. Ela vem sendo moldada nas Eras. E o que será contado aqui acontecerá num futuro próximo. Mas logo o planeta e até os imortais irão esquecer. Contudo, alguém lembrará.

12 de out de 2014

Resenha: Enviada


Título: Enviada
Autor: Sério Pereira
Nº de Páginas: 230
Editora: Chiado (Selo Jovem)

Enviada conta a estória de Angela Petre, uma garota que mora em Viena com seus pais. Angela poderia muito bem ser uma garota normal e sair como qualquer jovem da idade dela, porém, sua mãe tem uma obsessão na segurança de sua filha, que ela impedia a garota de sair de casa. Angela namora com o primo de sua melhor amiga, e os três decidiram passar a virada do ano em uma praça da cidade, mas começam a acontecer coisas estranhas ao redor da garota. Um desses acontecimentos foi justamente no ano novo, durante a queima de fogos algo estranho acontece, clarões misteriosos atingem o chão abrindo crateras, causando explosões e levando o terror as pessoas que estavam no local. Angela e Frederick, seu namorado, correm para tentar se proteger, porém, são abordados por magos negros que acabam matando o namorado de Angela. Aparecem Arcanjos para proteger Angela, mas infelizmente seu namorado tinha morrido.
Um desses arcanjos visita Angela após o incidente e conta a garota que ela é uma Enviada do Todo-Poderoso, e que sua missão é acabar com o pecado do mundo e que corre grande perigo em Viena, pois os seguidores do Anjo Renegado, estão atrás dela para matá-la e consequentemente, impedi-la de cumprir sua missão . Após essa revelação, Angela e seus pais se mudam para o Rio de Janeiro, onde Angela vai estudar em uma escola da cidade onde conhece Dimitri, um garoto muito bonito e amigável, que lhe protege a todo custo, já que o mesmo é seu anjo da guarda. E conhece outro garoto que ao contrário de Dimirti, tem estilo bad boy e é irresponsável e conquista todas as garotas em sua volta, e com Angela não foi diferente. O nome desse garoto é Gustav, que esconde um segredo, que Angela insiste em descobri-lo. 
Angela fica em um triângulo amoroso, dividida entre o bem e o mal. Quem será que ela vai escolher?

"O bem caminha sempre do lado do mal, assim como o amor e o ódio, muitas vezes dormimos com o inimigo sem sabermos, os anjos de hoje poderá ser o demônios de amanhã."

Enviada me prendeu do começo ao fim. Sempre ficava com muita curiosidade do que iria acontecer nos próximos capítulos e não me arrependi. 
A diagramação é bem feita e os números romanos indicando início e a numeração de cada capítulo também de chamou atenção.
O autor comentou que o livro está sendo reeditado pela editora selo jovem e colocou uma foto em seu instagram e está ficando uma maravilha. 
Estou muito ansioso para a continuação do livro. Espero que não demore muito.


10 de out de 2014

TAG: Um livro que...

Olá leitores :)
Primeiramente venho anunciar que minhas FÉRIAS do IF já estão chegando o/ Isso significa que o blog voltará com tudo haha. Enfim... Estava visitando os blogs dos meu amigos blogueiros e visitei o blog Garota Antenada, da lindíssima Paullyanne, e vi uma TAG que resolvi responder para vocês :) Vamos lá?

1 - Um livro que te emocionou muito.
Bom, não me emocionou muuuuuito, mas me fez encher os olhos de lágrimas haha 

2 - Um livro que queria muito ler, mas descobriu que não era tudo aquilo que pensava.
Me decepcionei um pouco com este livro, pois esperava um pouco mais do que o autor colocou. 

3 - Um livro que achava que não ia gostar e te surpreendeu.
Não esperava muito pelo livro, mas me surpreendi muuito mesmo.

4 - Um livro que já tem há muito tempo em sua estante e nunca leu.
Bom, ganhei esse livro e estou enrolando um pouco para lê-lo.

5 - Um livro que te passou uma lição de vida.
Até agora nenhum livro me passou uma lição de vida :c

6 - Um livro que te fez suspirar.
Acho que nenhum livro fez isso comigo ainda kk

7 - Um livro que você ainda não tem e quer muito ler.
Vontade de mais e dinheiro de menos kkk

8 - Um livro que de tão bom era difícil parar de ler.
Fantástico, maravilhoso, espetacular !

9 - Um livro que não é muito seu estilo, mas tem vontade de ler.
Sinceramente não sei :c

10 - Um livro que indica.
Não é muito conhecido mas vale a pena lê-lo. Super recomendo !

Bom pessoal, essas foram minhas respostas. Sintam-se a vontade em responder :)


Próxima Página